Cristiane decide e Brasil vence na estreia da Copa do Mudo de Futebol Feminino

Após sofrer nove derrotas seguidas durante a preparação para a Copa do Mundo de Futebol Feminino, as “Guerreiras do Brasil” espantaram todos os fantasmas ao vencer a Jamaica por 3 a 0, na esteia da competição, neste domingo (9), as 10h30. Ainda sem poder contar com Marta, maior jogadora de todos os tempos, Cristiane chamou a responsabilidade e marcou todos os gols da partida.

O Brasil entrou em campo disposto a tirar a má impressão e superar a desconfiança deixada nos jogos que antecederam o torneio. Dominou todas as ações desde o primeiro minuto. Marcou forte, pressionou a saída de bola, e ao ter a posse, soube ser objetivo e letal. O coletivo fez toda a diferença para o resultado positivo.

Ainda no começo do jogo, Andressa Alves, uma das destaques da partida, recebeu na esquerda e deu uma linda assistência para Cristiane que, com estilo, subiu mais alto que as adversárias e testou firme para abrir o placar. Na sequência, a jogadora do Barcelona, que na ausência de Marta vinha sendo até então a grande referência técnica da seleção, desperdiçou uma cobrança de pênalti. Mas, se engana quem pensa que o episódio abalou a camisa 7, que desta vez pelo lado direito deu mais uma assistência para Cristiane mostrar todo seu faro de artilheira e ampliar o placar.

E se já não bastasse os dois gols, a camisa 11, sofreu falta na entrada da área, que ela mesma cobrou com muita categoria, sem chance para a goleira jamaicana.

Mas, esse resultado não seria possível se não fosse a atuação coletiva da equipe. Destaque para a lateral esquerda Thamires, que foi impecável na defesa e muito eficiente no ataque. Se não fossem os três gols de Cristiane e as duas assistências de Andressa Alves, seria eleita a melhor jogadora da partida. Thaissa também merece destaque. A volante deu muita segurança ao sistema defensivo, ganhou todas as bolas e mostrou muita qualidade na saída de jogo da seleção. Uma jogadora fantástica.

Para o próximo confronto, a presença de Marta será fundamental. Embora as brasileiras tenham apresentado um futebol convincente, de muita velocidade e jogadas de ultramarem pelas laterais, faltou jogadas trabalhadas por dentro, faltou pensar o jogo. E para isso, a camisa 10 é a grande esperança do técnico Vadão.

Brasil e Austrália se enfrentam em jogo válido pela segunda rodada do Grupo C, na proxema quinta feira (13), as 13h.

Tags: | |

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *