Ana Marcela se torna a maior da história após vencer prova dos 5km no Mundial de Esportes Aquáticos na Coreia do Sul

Na noite desta terça-feira (16), Ana Marcela Cunha fez história ao se tornar a maior medalhista de todos os tempos das águas abertas, no Mundial de Esportes Aquáticos. O recorde foi alcançado após vencer a prova de 5km, realizada em Gwangju, na Coreia do Sul.

A vitória rendeu a baiana sua 10ª medalha em Mundiais de águas abertas, superando a holandesa Edith Van Dijk. Após a conquista, Ana Marcela não escondeu a alegria em conquistar mais um título na carreira, e fez questão de lembrar do início dessa trajetória ainda aos 14 anos:

“Estou muito feliz, nunca imaginei isso, eu só queria ganhar, poder dar meu melhor. E é isso que eu faço quando caio na água. Dez medalhas, eu me sinto normal, continuo sendo a mesma Ana Marcela que disputou o primeiro Mundial, lá em 2006, com 14 anos. É um currículo e tanto, é um orgulho, mas nada altera minha cabeça.”

Apesar do feito, o Mundial não começou como todos esperavam. A prova dos 5km foi a segunda da brasileira na competição. No sábado, ela nadou os 10km e ficou em quinto lugar. O resultado a garantiu na Olimpíada de Tóquio, em 2020, mas não a satisfez, tanto que saiu frustrada da água por ficar fora do pódio após três medalhas seguidas em Mundiais nesta prova. A distância de 5km não é a do programa olímpico, ou seja, tem um peso menor para a nadadora, que sequer faz um treino específico para ela.

Histórico das medalhas

4 medalhas de ouro: 25km em 2011, 2015 e 2017; 5km em 2019.

2 medalhas de prata: 10km em 2013; Prova por equipes em 2015 .

4 medalhas de bronze: 5km em 2013 e 2017; 10km em 2015 e 2017).

OBS: Além das dez medalhas em Mundiais de Esportes Aquáticos, Ana Marcela tem um bronze em um Campeonato Mundial só de águas abertas, disputado em 2010, no Canadá. Competição exclusiva das águas abertas, teve seis edições entre 2000 e 2010, mas está extinta.

Nesta quarta-feira, as 20h, Ana Marcela vai em busca de mais uma medalha na prova por equipes. Já na quinta-feira (18), vai nadar os 25km, prova em que a baiana pode conquistar seu tetracampeonato e mais uma vez fazer história.

Tags: | |

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade  e Termos de Uso.