O legado de Elsimar Coutinho

Imagine um futuro distante, daqui a 100 anos, talvez. Você gostaria de ser lembrado como uma pessoa que fez algo memorável e que serve de exemplo e inspiração para os demais? Esse legado que muitos desejam, o baiano Elsimar Coutinho deixou, e não só para a Bahia, mais para o mundo.

Médico, farmacêutico e professor de farmacologia, Elsimar Metzker Coutinho colocou seu nome na história, tornando-se referência mundial em reprodução humana e deixando uma herança rica de conhecimentos..

O médico, que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, morreu na última segunda-feira (17), após apresentar caso de Síndrome Respiratória Aguda Grave, decorrente da Covid-19.

Elsimar Coutinho deixa esposa, cinco filhos, 12 netos e quatro bisnetos. O corpo dele saiu de São Paulo para Salvador nesta terça-feira (18), às 6h, e será cremado às 15h no Cemitério Jardim da Saudade, em uma cerimônia restrita.

Elsimar Coutinho deixou seu nome na história

Filho do médico Elsior Coutinho, Elsimar nasceu em 18 de maio de 1930, em Pojuca, cidade do interior da Bahia para fazer história. Há mais de 50 anos, suas pesquisas e descobertas nos campos da saúde e da reprodução humana vêm quebrando paradigmas e derrubando conceitos milenares.

Seguindo os passos do pai, formou-se em farmácia e bioquímica, em 1951, pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Quatro anos mais tarde, em 1956, concluiu o curso de medicina na mesma universidade. Fez pós-graduação em Endocrinologia pela Universidade de Sorbonne, em Paris, França, e no Instituto Rockfeller, em Nova Iorque, EUA.

O médico costumava dizer que a paixão pela medicina e o desejo de contribuir para a saúde e bem-estar das pessoas era uma herança de família:

“A medicina para mim não foi bem uma escolha. Foi algo natural, uma espécie de herança. De certa forma, fui influenciado pelo meu pai Elsior Coutinho, que era médico, farmacêutico e professor de farmacologia. Ele ensinava como extrair remédios das plantas, coisa que meu avô fazia, apesar de não ser formado. Meu avô era um prático da medicina e meu pai, com certeza, inspirou-se nele.”

No início desse processo de qualificação, conheceu e se dedicou a estudar a relação entre os hormônios e a reprodução humana.

Nos anos 60, como professor e pesquisador da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia, Elsimar Coutinho realizou uma das suas maiores descobertas. Após observar pela primeira vez os efeitos da supressão da menstruação, ele anunciou a criação do primeiro anticoncepcional injetável de uso prolongado.

Como era de se imaginar, em especial pela época, a revelação do método gerou uma enorme polêmica. Persistente e consciente da sua descoberta, apesar das controvérsias, o médico continuou se dedicando às pesquisas na área e lançou outros importantes métodos contraceptivos injetáveis, pílulas para uso oral e vaginal e os implantes hormonais subcutâneos.

Defensor do controle da natalidade por meio do planejamento familiar, fundou o Centro de Pesquisa e Reprodução Humana (CEPARH), referência no assunto. Além de atendimentos particulares e conveniados, o Centro atende gratuitamente pessoas carentes que necessitam de assistência em planejamento familiar.

Até o momento em que adoeceu, o médico baiano mantinha a vida profissional bastante ativa, atendendo nas quatro cidades onde a Clínica Elsimar Coutinho está presente.

Ele era membro de mais de 20 entidades de pesquisas médicas no Brasil e no exterior, Conselheiro e Diretor do Programa de Pesquisa em Reprodução Humana da Organização Mundial de Saúde.

Pioneiro e inovador, Dr. Elsimar Coutinho era um profissional a frente do seu tempo, e certamente um dos maiores nomes da medicina. Referência em reprodução humana no Brasil e no mundo.

Livros publicados por Elsimar Coutinho

“Menstruação, A Sangria Inútil”

Menstruação, A Sangria Inútil
Foto: Reprodução

Este livro, sem dúvida, representa um avanço nos cuidados com a saúde da mulher. Doenças como endometriose, tensão pré-menstrual e anemia podem ser facilmente combatidas a partir da supressão da menstruação. Entre os métodos propostos pelo autor para evitar a menstruação, está a utilização do AMP, anticoncepcional injetável com eficácia comprovada, igualando-se à contracepção cirúrgica.

“O Sexo do Ciúme”

O Sexo do Ciúme
Foto: Reprodução

‘O sexo do ciúme’ reúne os principais artigos que Elsimar Coutinho escreveu sobre sexualidade e reprodução humana.

O capítulo que dá título ao livro chama a atenção por desmistificar conceitos comuns sobre o ciúme. Para Elsimar o ciúme masculino resulta pura e simplesmente de manifestações do instinto sexual, que governam o comportamento reprodutivo do macho de qualquer espécie animal.

“Vivendo sem Regras e sem TPM”

Vivendo sem Regras e sem TPM
Foto: Reprodução

Um dos pioneiros no Brasil na supressão da menstruação, Elsimar Coutinho estudou por quatro décadas mulheres que foram mantidas sem menstruar durante longos períodos a fim de tratar algumas doenças. Neste livro, ele traz uma seleção de casos que mostram como suas pacientes reagiram à supressão da menstruação e como o processo contribui de modo profundo para assegurar a preservação da saúde reprodutiva e a autoestima das mulheres.

Confira outros livros e publicações de Elsimar Coutinho

Tags: | |

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *