Imbatível! Ana Marcela Cunha vence a prova dos 25km no Mundial de Esportes Aquáticos e quebra mais um recorde

Ela de novo? Mais um ouro? É isso mesmo! Ana Marcela Cunha não cansa de colecionar recordes. Nem mesmo a chuva foi capaz de parar a maior medalhista da história dos Mundiais (11 medalhas ao todo). Com o tempo de 5h08m03s, a baiana venceu, na madrugada desta sexta-feira (19), a prova dos 25km, no Mundial de Esportes Aquáticos, em Gwangju, na Coreia do Sul.

A prova aconteceu debaixo de chuva, e a disputa pelo título foi acirrada até a linha de chegada. Para ter uma ideia, a alemã Finnia Wunram, que ficou com a segunda colocação, chegou a apenas oito segundos atrás da brasileira. A francesa Lara Grangeon completou o pódio.

Ana Marcela Cunha
Reprodução/Satiro Sodré

Com a vitória, Ana Marcela tornou-se a única atleta da história a vencer três vezes consecutivas (Kazan 2015, Budapeste 2017 e Gwangju 2019) a prova dos 25km. Além disso, somado ao ouro conquistado em Xangai, na China, em 2011, ela se iguala a holandesa Edith Van Dijk, (campeã mundial dos 25km nos anos de 2000, 2002, 2003 e 2005), com quatro medalhas de ouro nesta mesma prova em Mundiais.

Apesar de mais um feito histórico, o Mundial não começou como todos esperavam. A prova dos 25km foi a quarta prova da brasileira na competição. No sábado (13), ela nadou os 10km e ficou em quinto lugar. O resultado a garantiu na Olimpíada de Tóquio, em 2020, mas não a satisfez, tanto que saiu frustrada da água por ficar fora do pódio após três medalhas seguidas em Mundiais nesta prova. No dia 16, venceu os 5km e um dia depois ajudou o Brasil a conquistar o quarto lugar na prova por equipes.

Histórico das medalhas

5 medalhas de ouro: 25km em 2011, 2015 e 2017; 5km em 2019; 25km em 2019.

2 medalhas de prata: 10km em 2013; Prova por equipes em 2015 .

4 medalhas de bronze: 5km em 2013 e 2017; 10km em 2015 e 2017).

OBS: Além das dez medalhas em Mundiais de Esportes Aquáticos, Ana Marcela tem um bronze em um Campeonato Mundial só de águas abertas, disputado em 2010, no Canadá. Competição exclusiva das águas abertas, teve seis edições entre 2000 e 2010, mas está extinta.

Agora Ana Marcela vai em busca de mais uma conquista inédita. Ela representará o Brasil nos Jogos Pan-Americanos, que serão realizados em Lima, no Perú, entre 25 de julho e 13 de agosto, de 2019, em busca da sua primeira medalha do torneio.

Saiba mais:

Ana Marcela se torna a maior da história após vencer prova dos 5km no Mundial de Esportes Aquáticos na Coreia do Sul

 

Tags: | |

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *